28 de mar de 2007

iluminuras da terra cinza

minha imaginação é uma coleção de brechas iluminadas do cotidiano. essa, acabei de pescar, e não pude deixar a oportunidade de registrar, numa lan house aqui mesmo na Augusta.

"(...) e meu organismo já tá condicionado. Sempre que eu tou descendo a Augusta me dá uma vontade danada de fazer cocô. Aquele banheiro do Unibanco é melhor do que o lá de casa. Tem um papel especial para por em cima da privada, papel pra passar na bunda e depois papel pra enxugar as mãos. E sempre tem bastante papel. Onde que lá em casa vai ter essa coisa toda?"

26 de mar de 2007

Lo visible es un adorno de lo invisible.

Aunque pierda mi nombre y yo no responda ya a su llamado, volveré siempre al lugar donde tu lo pronunciabas.

Roberto Juarroz

na saída do cinema - unibanco

- para passar o tempo -

A próxima mulher bonita terá namorado.
A segunda próxima mulher bonita será lésbica.
A terceira próxima mulher bonita terá muita pressa.
A quarta próxima mulher bonita terá votado no Maluf.
A quinta próxima mulher bonita terá mau hálito.
A sexta próxima mulher bonita será alta demais.
A sétima próxima mulher bonita será manca.
A oitava próxima mulher bonita estará grávida.
A nona próxima mulher bonita nem é tão bonita assim.
A décima próxima mulher bonita jamais me amaria.

18 de mar de 2007

choradinha

Recebi de grande amigo, e na voz quente e íntima de Rosa, essa música. Dei uma choradinha de leve. Como um moleque gaiato, correndo de alguém e por alguém, no asfalto irreverente de Salvador. E toma uma queda na ladeira do Iperba ali em Brotas e esbagaça o joelho no chão. Dá uma olhadinha pros lados, e chora com a respiração tensa, um chorinho pra ninguém ver, nem ouvir.

Juras
(Rosa Passos / Fernando de Oliveira)

Jurei te pertencer por toda a vida
Guardar a sete chaves nosso amor
A chave era só uma e foi perdida
O fogo era de palha e se acabou

Jurei não mais amar outra pessoa
Pra nunca mais chorar como chorei
Mas vi que amar é coisa muito boa
E assim mais uma vez me apaixonei

Eu tenho um coração muito indeciso
E juro pra depois voltar atrás
Agora vou fazer o que é preciso
Eu juro que não juro nunca mais

17 de mar de 2007

a aliança

procurei tantas palavras para historiar esse acontecimento, mas não consegui. estou um pouco seco. não, seco, de secura. mas assim, seco, de falta de ternura.

recebi de mãos que amo, que fumam e que bebem, um pequeno anel dourado. houve um discurso. disse ela tropeçando a intenção, que eu não tinha sido apenas neto. ele não tinha sido apenas meu avô. só abriu a mão quando sentiu a minha, deixando cair o anel pequeno. e dourado. fui dito merecedor. era a aliança do meu avô, retirada não com aquele objetivo que se concluia, mas apenas pelo cuidado para que ninguém violasse o túmulo em busca de um pedacinho brilhoso de ouro. eu nunca visitei o túmulo do meu avô. quase não precisei. eu carrego essa morte como se fosse uma vida que se desfez em mim.

28.04.53
Nesse dia casou-se Maria Antonieta e Olival, mais conhecido como Seu Vadinho.

4 de mar de 2007

Eu sou quase melhor que você

Esse blog faz 2 anos. Para comemorar, de Maurício Pacheco, aproximada aos meus ouvidos na voz de Moreno Veloso, um dos feladaputas mais geniais desses últimos tempos. É A música.

Todo mundo acha que pode, acha que é pop, acha que é poeta
Todo mundo sempre tem razão, vence sempre e na hora certa
Todo mundo prova sempre pra si mesmo que não há derrota
Todo homem tem voz grossa e tem pau grande e é maior do que o meu, do que o seu, do que o de todos nós
Todo mundo é referência e se compara só pra ver que é melhor
Todo mundo é mais bonito do que eu mas eu sou mais que todos
Todo mundo tem suingue, é feliz, é forte e sabe sambar
Todos querem mas não podem admitir a coexistência do orgulho e do amor porque
Eu sou melhor que você (Boa Viagem)
Eu sou melhor que você mas por favor fique comigo que eu não tenho mais ninguém
Todo mundo diz que sabe e quando diz que não sabe é porque
é charmoso não saber algo que as pessoas já sabem como é
Todo mundo é original, é especial, é o que todos queriam ser
Não basta ser inteligente, tem que ser mais do que o outro pra ele te reconhecer
Todo mundo ganha grana pra dizer que ela não vale nada
Todo mundo diz que é contra a violência e sempre dá porrada
Todos querem se apaixonar sem se arriscar, nem se expor e nem sofrer
Todas querem vida fácil sem ser puta e com reputação
se reprimem e começam a dizer:
Eu sou melhor que você
Mas por favor fique comigo que eu não tenho mais ninguém

2 de mar de 2007

Vanzolini é São Paulo

Chorei
Não procurei esconder
Todos viram
Fingiram pena de mim
Não precisava
Ali onde eu chorei
Qualquer um chorava
Dar a volta por cima que eu dei
Quero ver quem dava
Chorei
Não procurei esconder
Todos viram
Fingiram pena de mim
Não precisava
Ali onde eu chorei
Qualquer um chorava
Dar a volta por cima que eu dei
Quero ver quem dava
Um homem de moral
Não fica no chão
Nem quer que mulher lhe venha dar a mão
Reconhece a queda
E não desanima
Levanta, sacode a poeira
E dá volta por cima
Reconhece a queda
E não desanima
Levanta, sacode a poeira
E dá volta por cima.